sexta-feira, 29 de maio de 2009

segunda-feira, 25 de maio de 2009

8ª Semana do Meio Ambiente - Parque CEMUCAM


Uma boa pedida na Semana do Meio Ambiente na Cidade Tiradentes - Visita as obras do Parque da Consciência Negra que será inaugurado brevemente. Visita ao belo Parque do Rodeio.

Reunião Plenária do CONFEMA

Secretário Eduardo Jorge convida todos para participar desta reunião
Plenária do CONFEMA, na qual será analisado o pedido de ampliação do prazo
para a entrega de projetos destinados ao Edital FEMA nº 07/2009.

Destaco também o seguinte item da pauta:
II  EXPOSIÇÃO SOBRE DESTINAÇÃO DE RECURSOS DO FEMA: ASPECTOS LEGAIS
Dr. Leandro Brasil Chaves - Chefe de Assessoria jurídica da Secretaria
Municipal do Verde e do Meio Ambiente

Cultura de Paz de Vila Prudente

Ontem ocorreu a Eleição do Conselho Regional de
Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz da
subprefeitura de Vila Prudente. Foi fantástica a participação, o maior
registro até o momento: Compareceram 1204 eleitores !

Parabéns Vila Prudente!!

quinta-feira, 21 de maio de 2009

KASSAB PÕE SÃO PAULO SOB O COMANDO DE 40 OFICIAIS DA POLÍCIA MILITAR

está completo no link JORNAL FLIT PARALISANTE

Eles ocupam os principais postos em subprefeituras, secretarias, CET, Samu, Defesa Civil e Serviço Funerário

Bruno Paes Manso e Luísa Alcalde
Acusados de tratar cidadãos como inimigos por estarem contaminados pela doutrina militarista, eles foram execrados na retomada da democracia, quando ganharam a pecha de truculentos. Na gestão de Gilberto Kassab (DEM), o estigma parece ter ficado de lado e hoje a Polícia Militar oferece cada vez mais quadros à Prefeitura, justamente em áreas voltadas à prestação de serviços aos cidadãos de São Paulo.

“Eles têm excelência no serviço público e experiência em aprovações de projetos, por exemplo”, defende o prefeito Gilberto Kassab. “Em Cidade Tiradentes, temos muitos terrenos públicos ocupados. Já fizemos operações para fechar 50 bares. Os oficiais têm bons contatos nas polícias e ajudam a acelerar as parcerias”, explica o subprefeito, Renato Barreiros, que conta com os serviços do coronel Claudio Augusto Xavier na assessoria da Defesa Civil da subprefeitura.

É justamente nas administrações locais onde se encontra a maior concentração de oficiais da PM. Dezenove das 31 subprefeituras já contam com 25 coronéis, um major e um tenente. Eles são subprefeitos em Pinheiros, na zona oeste, na Mooca, na zona leste, e em Santo Amaro, na zona sul. E o prefeito anunciou em discurso que, em breve, um coronel deve comandar a Subprefeitura da Sé, no centro.


IRBEM pretende revelar o que o paulistano quer para melhorar sua qualidade de vida


A Senadora e Ex Ministra do Meio Ambiente Marina Silva 

Milton Roberto esteve representando a ONG SOASE que está com a Cooperativa "Cooperatiradentes" em fase de instalação.

Nesta sexta-feira, ao comemorar seus dois anos de atuação, o Movimento Nossa São Paulo lançou 
uma campanha para construir o IRBEM - Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município. 
Perguntas como “o que faria você se sentir melhor em São Paulo?” O que é importante para a sua 
qualidade de vida na cidade?” vão orientar a construção do grupo de indicadores.
É preciso novas formas de avaliar bem-estar

Bem-estar, felicidade, esperança... Conceitos que mobilizaram a atenção das quase 500 pessoas 
que estiveram no teatro do Sesc Consolação nesta sexta-feira (15/5), 
para o lançamento do IRBEM - Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município – 
uma iniciativa do Movimento Nossa São Paulo. O público se emocionou diversas vezes ao ouvir a 
Senadora Marina Silva (PT), o filósofo Mário Sergio Cortella, a psicóloga e antropóloga 
Susan Andrews e os economistas José Eli da Veiga e Ladislau Dowbor.



quarta-feira, 20 de maio de 2009

DESAFIOS DA SUSTENTABILIDADE E MEIO AMBIENTE URBANO

Dia 05 de junho de 2009,estamos convidando a todos para participar do dia MUNDIAL DO
MEIO AMBIENTE,com o ato e manifestação às 7:00horas em frente ao supermecado Pão de Açúcar na avenida brigadeiro luiz antonio;altura nº 3300,para protestar o uso de sacolinhas plásticas,outros abusos  que degrada o meio ambiente,e às 14:00 horas iniciará o seminário DESAFIOS DA SUSTENTABILIDADE E MEIO AMBIENTE URBANO ATE ÃS 16;30HS NO SALÃO NOBRE DA CAMARA MUNICIPAL DE SÃO PAULO, programação no site:
WWW.defensoria.org.br ou fone 31017065

Edital FEMA 07


Convidamos todos os interessados em esclarecer os itens do edital Fema 07 e montar projeto(s) na área de abrangência da Macro Leste para a reunião: Data: 21/05/09 (quinta-feira) Horário: 10h Local: Parque do Carmo (Casarão, com Vitória).

FÒRUM AGENDA 21 MACRO LESTE DA CIDADE DE SÃO PAULO


Celina Andrade conhecida como Celina Sorriso da  Agenda 21 suprefeitura Cidade Tiradentes atenta a todas as discussões, está interessada em se integrar ao máximo às atividades ambientais da Cidade Tiradentes e colaborar com a implantação da Cooperatiradentes.
veja a ATA DE REUNIÃO DA MACRO LESTE no link abaixo.

Ø      Informes:

Ø      Ermelino Matarazzo programa nas Praças, principais atividades com tendas/oficinas com temas variados inserindo a educação ambiental

Ø      19/05/09 – Olimpíadas Estudantis (alunos da rede pública) - CERET  das 9h às 17h – DRE Itaquera e DRE São Miguel Paulista

Ø      20/05/09 – Inscrições para Conselho da Juventude (idade igual ou inferior a 29 anos) Rua Líbero Badaró, 119 das 11h às 18h; Votação dia 27/06 das 10h às 16h

Ø      21/05/09 – SESC Itaquera das 9h às 17h –  Jogos Estudantis / Campeonato de Xadrez (alunos da rede pública) – DRE Itaquera e DRE São Miguel Paulista

Ø      06/06/09 – SESC Itaquera – Curso ‘Aproveitamento total dos Alimentos – inscrições e-mail: aenirvolino@ig.com.br

Ø      18/06/09 – Encontro Regional Assistência Social – Leste 2 (Cidade Tiradentes, Guaianases e Itaim Paulista) . Local: CEU Água Azul

Ø      21/05/09 – Reunião de esclarecimento do edital do FEMA 7, apoio e adequação de projetos de ONGs e Entidades interessadas para construção de um único projeto em parceria com a Agenda 21 Macro Leste - às 10h no Parque do Carmo no  Casarão com Vitória.

Ø      22/06/09 - Encontro Regional Assistência Social – Leste 1 (Itaquera, Ermelino Matarazzo e São Miguel Paulista) . Local: CEU Azul da Cor do Mar

Ø      Vicente informa que UNIBAN tem discutido sobre Agenda 21, assunto que tem grande aceitação por professores e universitários.

 

 

 

Próxima Plenária do Fórum Agenda 21 Macro Leste

Data: 20/06/2009 (Sábado)

Horário: 9h30 às 13h

      Local: Sesc Itaquera – Espaço Bem Feitores da Natureza

FÒRUM AGENDA 21 MACRO LESTE DA CIDADE DE SÃO PAULO






Margarete Louzano da Silva (SME - DRE e Cades Itaquera)

Data: 16/05/2009

Local: Sesc Itaquera – Espaço Bem Feitores da Natureza

Horário: 9h30 às 13h

Pauta: Andamento do Plano de Ação Macro Leste 2009:

1) Projeto Gestão de Resíduos

Instalação da Usina de RCC

2) Projeto Ambiências: gestão de resíduos e ilhas de calor

3) FEMA 7

4) CADES

5) Informes

Presentes:

Luiz Carlos da Silva (Instituto Gente Humilde – Cades Itaquera), Vicente Santos Araújo (Subprefeitura de Vila Prudente), Núbia Ferreira de Souza (Escola Técnica Pinheiros/Taboão da Serra); Cintia Yumi Fugiwara (Escola Técnica Pinheiros/Butantã); Alexandre Romano Carrer (Conselheiro e 1º secretário do CADES Itaquera); Mozart L Jr (INFAP); Celina do C Andrade (Subprefeitura da Cidade Tiradentes); Ailton Antonio de Souza (Subprefeitura Ermelino Matrazzo); Simone Aparecida Leite; José de Souza Nascimento (Câmara do Vale do Aricanduva); Eliane dos Santos (AES Eletropaulo); Ana Maria Blanques (USP); Willian de Medeiros (SENAC e Rede Social Vila Prudente); Marcos Cruz (Grupo Miami Piscinas); Aparecida Kida Sanches (Secretaria Estadual da Educação – Diretoria de Ensino Leste 3); Milton Roberto (ONG Soase, AEMA e Jornal Cidade Tiradentes); Roque Fernandes (Secretaria Municipal de Esportes); José Martins Sobrinho (Guaianases); Francisco de Assis dos Santos (Sociedade Civil); Carlos Alberto Bambuy (Subprefeitura de Guaianases); Ângelo Iervolino (Fórum para o Desenvolvimento da Zona Leste); Ivo Carlos Valêncio (Cades Itaquera); Deusalina Jorge (União Feminina e Cades Guaianases); Sanderli Aparecida de Brito (Subprefeitura de Cidade Tiradentes); Margarete Louzano da Silva (SME - DRE e Cades Itaquera); Maria Vitória Macedo (SVMA -Núcleo Leste – Parque do Carmo); Débora Cristina Santos Diogo (SVMA -Núcleo Leste – Parque do Carmo); Maíra S Gonçalves (SVMA -Núcleo Leste – Parque do Carmo); Rute Cremonini Melo (SVMA Cades Municipal); Márcia E Shimizu (AES Eletropaulo); Rogério de Jesus Ribeiro (Sabesp); Valdir da Silva Oliveira (EE Prof Simão Mathias); Cesar Augusto; Regina Chaves (ONG Soase, AEMA e Cades Cidade Tiradentes); Reginaldo José Fazzion (Subprefeitura Penha); Ana Rita Eduardo (Cades Cidade Tiradentes); José Carlos B Souza (Associação Ministério Semente); Claudemir Dantas Cangussu (Associação Ministério Semente); Marta Lima M de Carvalho (Cades Ermelino Matarazzo); Jose F Correia Lima (Ermelino Matarazzo); Angelo Amo (Cades Ermelino Matarazzo); Cíntia Okamura (CETESB).


NOVA LEI CONTRA ANIMAIS DOMESTICOS



NOVA LEI CONTRA ANIMAIS DOMESTICOS
Lei "contra" animais domésticos...ABSURDO!
DEPUTADO CRIA PL CONTRA ANIMAIS DOMÉSTICOS
ANIMAIS DOMÉSTICOS PEDEM SOCORRO!!!
Tramita na Câmara dos Deputados, apensado ao PL 3981/2000., o Projeto 4548/1998, de autoria do deputado José Thomaz Nonô, que pretende eliminar do artigo 32 da Lei 9605/98, a inclusão de “animais domésticos ou domesticados” como vitima de maus-tratos..
.
A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania aprovou, por unanimidade, parecer do deputado Regis de Oliveira (PSC-SP) pela aprovação do PL 4.548/98, que altera o artigo 32 da Lei 9.605/98 e exclui das sanções penais a prática de atividade com animal doméstico ou domesticado. O projeto seguirá para votação em plenário em regime de prioridade.
.
SE ESSE PL FOR APROVADO NO PLENÁRIO DA CAMÂRA...NÃO TEREMOS MAIS COMO RESPONSABILIZAR NINGUÉM POR MAUS TRATOS!!!!
.
DIVULGUEM...LIGUEM E ENVIEM E-MAIL...
Disque-Câmara 0800-619619 e cidadao@camara.gov.br

QUEM PUDER AJUDAR OS ANIMAIS LIGANDO P/A CAMARA...
.
PARA O TEL: 0800-619619 
.

A LIGAÇÃO É GRATUITA....NÃO CUSTA NADA...VC SÓ PERDERÁ ALGUNS MINUTOS E ESTARÁ AJUDANDO TODOS OS ANIMAIS DOMESTICOS E DOMESTICADOS QUE PODERÃO SER MALTRADOS E TORTURADOS... E OS REPONSÁVEIS NÃO PODERÃO SER MAIS RESPONSABILIZADOS OU SOFRER QUALQUER PUNIÇÃO....
.
FALEM QUE SÃO CONTRA O PL 4548/98 DO EX-DEPUTADO JOSÉ THOMAZ NONÔ QUE EXCLUI OS ANIMAIS DOMÉSTICOS E DOMESTICADOS DO ARTIGO 32 DA LEI 9605/98 DE CRIMES AMBIENTAIS...

terça-feira, 19 de maio de 2009

Reciclando Alimentos


Em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente, será realizada oficina culinária com o uso de partes não convencionais dos alimentos para produção de compotas em consonância com práticas de sustentabilidade.
Um dos pontos interessantes desta atividade é que a oficineira indicará modos de produção em que é possível a comercialização e conseqüente geração de renda proveniente da venda destes produtos.
INSCRIÇÕES ATÉ O DIA 25/05/09 ÀS 14 HORAS PELO EMAIL: aniervolino@ig.com.
BR OU CEL. 9115-4053     ANGELO

Quiosque do Viveiro. Sábado, 14h.
DATA 06/06/09 ÀS 14 HORAS
LOCAL: SESC-ITAQUERA- ESPAÇO BENFEITORES DA NATUREZA
ENTRADA E ESTACIONAMENTO LIVRE. INFORMAR NA BILHETERIA QUE IRÁ PARA A REUNIÃO DA COLETA SELETIVA

Criação do Código Ambiental



na foto de Milton Roberto: Celina Andrade, o rep SENAI, o Sr. Angelo Iervolino do Fórum de Desenvolvimento da Zona Leste e Roque Fernandes da Secretaria de Esportes

Tramita na Câmara dos Vereadores o Projeto de Lei 252/07, que visa, a criação de um Código Ambiental, de autoria do Vereador Chico Macena (PT) - assim como aqueles que já funcionam na Cidade do Rio de Janeiro, Manaus e outras. O Código, é de suma importância para a Cidade de S. Paulo que vive hoje, o fruto de seu crescimento desordenado, um verdadeiro caos urbano, e diariamente, fazendo vítimas, principalmente entre crianças e idosos.


Nossa cidade hoje, dispõe de uma frota de 6 milhões de automóveis para atender uma população de 12 milhões de habitantes. Traduzindo em números hoje S. Paulo, dispõe de um automóvel para cada dois habitantes, um absurdo! São Paulo registra, 12 óbitos por dia, de vítimas da poluição ambiental, ou seja, morrem 360 pessoas/mês, e 4.320/ano!!!!! Leia matéria escrita pelo professor de medicina da USP, Paulo Saldiva  no Jornal Folha de S. Paulo, de setembro/2008. O que você leitor, sabe sobre esse assunto? Por que a mídia não deu ampla repercussão a esse fato, que pode se dizer um verdadeiro genocídio? No mundo inteiro, segundo a OMS, Organização Mundial de Saúde, morrem por ano, 3 milhões de pessoas, a poluição mata 3 vezes mais que o trânsito!


Esse genocídio, ocorre sob um tripé, fruto do conluio do capital financeiro, e as montadoras de automóveis e o silêncio da mídia, ou seja, um "segredo de Estado" - e matança silenciosa vai se movimentando, diariamente, sem que a população tome ciência da dimensão da tragédia.

A boa notícia, é que aconteceu no dia 14/05, no auditório da reitoria da Faculdade São Judas, no Bairro da Moóca – SP, o Seminário Regional (Leste), para Construção do Código Ambiental da Cidade de São Paulo.
Acontecerão outros eventos, sempre no sentido segundo Chico Macena, de "pactuar com a sociedade" - a elaboração do Código Ambiental, como forma objetiva de fazer a lei "pegar" e funcionar, pois toda sociedade está sendo convidade a construir o seu Código Ambiental. Participaram da mesa como palestrantes: o Professor Dr. Mario Sérgio Bueno, da Faculdade S. Judas, o Profº José Angelo Bortoloto, e Sr. Ângelo Iervolino, membros do Fórum para o Desenvolvimento da Zona Leste. Anote em sua agenda, as próximas rodadas de debates regionais, sobre o Código: SEMINÁRIO: Região Centro Dia: 20 de maio Hora: das 19h00 às 22h00 LOCAL: Câmara Municipal de SP Auditório Prestes Maia - 1º andar - Vidaduto Jacareí, 100 SEMINÁRIO: Região Norte DIA: 22 de maio HORA: das 19h00 às 22h00 LOCAL: UNIBAN - Campus Marte Av. Braz Leme, 3029 - Campo de Marte SEMINÁRIO: Região Oeste DIA: 25 de maio HORA: das 09h00 às 22h00 LOCAL: USP - Butantâ - Anfiteatro da Faculdade de História Av. Profº. Lineu Prestes, 338 Maiores informações, entre em contato, com o e-mail: chicomacena@camara.sp.gov.br - ou codigoambiental@allwin.com.br

Avaliação das Agendas 21 Locais

Cintia Okamura
Avaliação das Agenas 21 Locais Pesquisa avalia resultado das Agendas 21 no território nacional O Ministério do Meio Ambiente realizará pesquisa com todos os processos de Agendas 21 Locais no Brasil para identificar e avaliar os resultados alcançados pela implementação do plano no território nacional. A pesquisa será realizada por meio de questionários, que serão distribuídos ainda este mês. A expectativa é receber as respostas em até três meses. Os questionários serão encaminhados por e-mail aos fóruns de Agendas 21 nos municípios e disponibilizados no site www.mma.gov.br/agenda21. Os dados serão analisados para verificar quais os impactos gerados pelas Agendas 21 Locais em cerca de 1600 municípios. A idéia é destacar as boas práticas e disseminá-las. Antes de fazer a pesquisa nacional, o MMA testou o alcance e a eficácia do questionário para a identificação das ações implementadas. O analista ambiental Igor Fonseca realizou testes piloto de aplicação do questionário, para identificar se as questões incluídas no instrumento são adequadas para captar a diversidade dos resultados das Agendas 21 Locais em todo o Brasil e capazes de gerar os dados esperados. O trabalho foi realizado, em abril, nos municípios de Alta Floresta, Marcelândia e Sorriso, em Mato Grosso. Dentre os resultados identificados em Marcelândia, por exemplo, está a redução de 96% do índice de queimadas em relação ao ano de 2006, a elaboração de uma proposta de Zoneamento Ecológico-Econômico municipal e a criação de UCs. Em Alta Floresta está sendo executado grande trabalho de recuperação de áreas degradadas na bacia Mariana, além de avanços nas políticas dos resíduos sólidos e hospitalares. O MMA sugere que o questionário seja respondido em reunião do Fórum da Agenda 21 Local, com a participação dos membros que trabalham na implementação da Agenda 21 nos municípios. O foco da avaliação é a identificação dos resultados alcançados.

domingo, 17 de maio de 2009

Cidade Tiradentes é tema de pesquisa e filme documentário


Um bairro marcado pela segregação, filme foca trajetória de moradores dos conjuntos habitacionais e dá continuidade a diálogo entre cinema documentário e ciências sociais 

por Gilberto Stam

E
m uma cidade como São Paulo, onde a pobreza é geralmente associada às favelas, o bairro de Cidade Tiradentes é ao mesmo tempo uma exceção e um enigma. Uma exceção porque é um único bairro totalmente planejado pelo governo, onde foi construído gigantesco conjunto habitacional. Um enigma porque é um dos locais menos conhecidos de São Paulo. A informação mais difundida, a suposta violência do lugar, não é verdadeira, já que Cidade Tiradentes não está entre os bairros mais violentos da periferia.
Leia sobre o documentario no link:

http://www.centrodametropole.org.br/divercidade/numero16/6.html


http://fotos.limao.com.br/galeria,,57016,,17,,%7C,GERAL-INCENDIO-PROVOCA-ESTRAGOS-EM-CIDADE-TIRADENTES-SP-00.htm


Foto: Werther Santana/AE
Bombeiros trabalham para controlar fogo que começou em borracharia e avançou sobre as casas vizinhas. Segundo a polícia, ninguém se feriu

Casas são demolidas devido desmoronamento de terra


Casas são demolidas 

06/05/2009 - Cidade Tiradentes

Em conseqüência de um desmoronamento de terra de um terreno particular de aproximadamente 20.mil m², ocorrido em 02 de maio, na Estrada do Iguatemi, cerca de 100 casas localizadas em áreas de risco, foram interditadas pela Defesa Civil para proteger a vida dos moradores, das quais 17 já estão demolidas e as restantes em processo de demolição.


Os moradores residentes nas 17 casas localizadas, na rua Dom Marco Barbosa, travessa com a rua Nascer do Sol, receberam o Auto de Interdição, no dia 02 de maio, e tiveram que se retirar com urgência, devido os riscos de novos desabamentos e o perigo de vida que poderiam estar correndo.  Entre as medida oferecidas pelo CRAS – Coordenadoria Regional de Assistência Social às famílias - elas seriam levadas para os albergues ou em abrigo emergencial. No entanto, como houve recusas,  preferiram retirar os objetos e alojar em casas de seus familiares ou vizinhos. Para as 73 pessoas atingidas foram entregues colchões, cobertores e kits de higiene. Além de cada  família receberem cestas básicas.

A operação auto-interdição prosseguiu, nos dias 06 e 07 de maio, em mais 80 barracos localizados na favela da rua Heliconia, próximo ao nº 90, entre as vielas Fruta do Conde Fruta Pão e Pau Jacaré, cuja área foi atingida por mais deslizamentos de terra do terreno, ocorrida em 04 de maio. Em decorrência disso, cerca de 300 pessoas foram cadastradas pelo CRAS. A maioria delas ainda permanecem no local.

A Secretaria de Coordenação das Subprefeituras que tem uma rubrica destinada à área de risco repassará uma verba para a Secretaria de Habitação, a qual fará a entrega do dinheiro às famílias, no valor entre R$ 900,00 e R$ 5 mil reais, até a próxima sexta-feira (15). 

Proprietário

Em relação ao proprietário do terreno, a Subprefeitura Cidade Tiradentes, por meio da Coordenadoria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano – CPDU  aplicou uma multa devido à movimentação de terra e atividade irregular exercida no local, além de intimá-lo para construir um muro de arrimo em toda a extensão da área. O responsável já foi multado diversas vezes, totalizando um valor acumulativo de R$ 84.825,90, em razão dos seguintes delitos: falta de documentação; embargo; desrespeito ao embargo; falta de licença de funcionamento e movimentação de terra para a construção de um aterro, sem autorização da subprefeitura.

 

 



(Texto: Assessoria de Comunicação )

Audiência Pública – Agenda 2012 reúne moradores de Cidade Tiradentes


da Assessoria de comunicação

28/04/2009 - Cidade Tiradentes

Aproximadamente 100 pessoas participaram da Audiência Pública -Agenda 2012, promovida pela Subprefeitura de Cidade Tiradentes, no dia 22 de abril, a partir das 19h30, no auditório da sede. O evento foi presidido pelo subprefeito Renato Barreiros, junto com sua equipe de trabalho: Chefe de Gabinete Waldir Schiavon,  coordenador de Administração e Finanças Diego Fernandez Rossi, coordenador de Projetos e Obras  Francisco Kobuti, coordenador de Planejamento e Desenvolvimento Urbano Edson Kyoshi, entre outros assessores.  A Agenda 2012 atende a exigência da emenda nº 30 – à Lei Orgânica do Município, aprovada, por unanimidade, pelo Legislativo em fevereiro de 2008. O documento contém seis eixos: Cidade de Direitos, Cidade Sustentável, Cidade Criativa, Cidade de Oportunidades, Cidade Eficiente e Cidade Inclusiva. Os participantes também sugeriram outras ações, como pavimentação, melhorias em bairro irregular,  implantação de mais praças de lazer, demanda de moradia e creche, entre outras. Entretanto, a maioria delas está inclusa na Agenda 2012. Metas para Cidade Tiradentes Entre as principais metas destinadas para Cidade Tiradentes, destacam: Conclusão do Expresso Tiradentes, Parque da Consciência Negra, Parque da Ciência, Centro de Referência da Cultura e Construção da Vila Olímpica.  Cidade de Direitos Ø      02 Unidades de atendimento Odontológico AMA-Sorriso; Ø       Garantir 7 ou mais consultas para as gestantes cadastradas no programa Mãe Paulistana; Ø       Novos Núcleos de Apoio à Saúde da Família; Ø       Ampliar o Remédio em Casa para atender pacientes com colesterol e triglicérides elevados (dislipidemia), mas controlados por  medicamentos; Ø       Remédio em Casa para 30% dos portadores de dislipidemia controlada; Ø       Unidade do Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS); Ø       100% das crianças cadastradas para vagas em creches atendidas; Ø       100% das crianças cadastradas para vagas em pré-escola atendidas; Ø       Jornada de 6 horas na Educação Infantil; Ø       Jornada de 7 horas no Ensino Fundamental; Ø       9 anos no Ensino Fundamental; Ø       Novas famílias no Programa de Urbanização de Favelas; Ø       Novas famílias no Programa de Regularização Fundiária; Ø       Centro de Referência Especializado de Assistência Social; Ø       Conselho de Direitos Humanos; Ø       Criar a Central de Libras integrada ao 156, para atendimento a surdos e surdo-cegos; Ø       Ampliar o Programa Saúde da Família e novo Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF)  Cidade Sustentável Ø      02 novos parques urbanos, naturais e Lineares (Parque da Consciência Negra e Parque da Ciência); Ø       Leitos de córregos limpos manualmente; Ø       Leitos de córregos limpos mecanicamente; Ø       Operações de limpeza em bocas de lobo e poços de Visita; Ø       Postos de Coleta Voluntária de Material Reciclável; Ø       Conclusão do  Corredor Expresso Tiradentes; Ø       Sinalização horizontal nas vias públicas; Ø       Novas placas de sinalização vertical; Ø       Substituir lâmpadas de mercúrio por lâmpadas de sódio; Ø       Reduzir 8% do consumo de energia no sistema de iluminação pública; Ø       Implantar Programa Pura (economia de água) em 100% das Escolas Ø       Criar 31 Conselhos Regionais de Meio Ambiente e Cultura de Paz  Cidade Criativa  Ø      Criação do Centro Cultural Cidade Tiradentes; Ø      Clubes-escola; Ø      Construir a Vila Olímpica Cidade Tiradentes;  Ø      31 postos avançados de trabalho; Ø       Licença de funcionamento automatizada para estabelecimentos com até 1.500 m² de área construída; Ø       Subprefeituras com Sistema de Monitoramento dos Serviços de Manutenção; Ø       Praças de atendimento com painéis gerenciadores de senha, atendimento preferencial e parque de informática modernizado; Ø       Certificação ISO 9000 na Praça de Atendimento; Ø       Emissão do alvará de aprovação, execução e conclusão de obras automatizados; Ø       Implantar Programa de Promoção à Saúde do Servidor Municipal para funcionários expostos a riscos operacionais. Cidade de Oportunidades  Ø      31 postos avançados de trabalho; Ø       Licença de funcionamento automatizada para estabelecimentos com até 1.500 m² de área construída; Ø       Subprefeituras com Sistema de Monitoramento dos Serviços de Manutenção; Ø       Praças de atendimento com painéis gerenciadores de senha, atendimento preferencial e parque de informática modernizado; Ø       Certificação ISO 9000 na Praça de Atendimento; Ø       Emissão do alvará de aprovação, execução e conclusão de obras automatizados; Ø       Implantar Programa de Promoção à Saúde do Servidor Municipal para funcionários expostos a riscos operacionais.

FORUM AGENDA 21 MACRO LESTE DA CIDADE DE SÃO PAULO

Veja alguns participantes deste sábado
Celina Andrade a nova coordenadora da Agenda 21 na Cidade Tiradentes retoma às reuniões da Macro Leste



REUNIÃO DA MACRO LESTE
Sesc  Itaquera – Espaço Bem Feitores da Natureza

1)     Plano de Ação Macro Leste 2009:
·         Projeto Instalação da Usina de RCC,
·         Projeto Ambiências e Gestão dos Resíduos;
2)     CADES;
3)     Arborização – Ilhas de Calor;
    Informes brevemente aqui no blog.





Garimpando na NET 2

Hoje não deu para escrever muita coisa. É que passei o dia inteiro longe daqui: em Cidade Tiradentes, bairro popular a 50 km do centro de São Paulo. Quando você chega no fim da avenida Aricanduva, a coisa ainda está começando.

 

Fui até lá a convite de um cineasta, que pensa em usar o bairro como locação de seu próximo filme. Em tese, seria um lugar ideal para cenas de assaltos, histórias de bebedeira, casos de estupro e tiroteio.

 

Não era nada do que eu pensava. Um morador disse que a violência lá diminuiu muito nos últimos anos. Não vi as estatísticas. Mas o que vi me surpreendeu.

 

São blocos e mais blocos de prédios de cinco andares, como uma espécie de Brasília dos pobres, sob um céu limpo (há uma serra por perto). Da janela do apartamentinho em que entrei, a vista era um bosque de eucaliptos. As ruas são muito largas e asfaltadas, com crianças brincando no meio-fio. Vi dois campos de futebol, do alto de uma pracinha onde há play ground. Um CEU e uma espécie de oficina-fábrica para aprendizes adolescentes são as construções mais importantes do lugar. Além de um vasto e luxuoso, para os padrões locais, templo da Igreja Universal.

 

Há favelas e auto-construções, nas partes mais baixas do bairro (cuja topografia é acidentada, mas nada inóspita). Vi também vacas e mesmo um homem a cavalo, como se já não estivesse em São Paulo.

 

De estranho, o seguinte: a porta de cada apartamento é protegida por um portão de ferro, trancado a cadeado, como se desse para a rua. É que os prédios, evidentemente, não têm porteiros nem guaritas.

 

Incluo aqui três fotos do local: além do panorama do bairro, acima, a foto de uma vendinha, como todas ali, enquistada na parede, ao lado de uma vegetação ainda selvagem; e, por fim, uma cena de rua.

veja no link:

http://marcelocoelho.folha.blog.uol.com.br/arch2006-06-04_2006-06-10.html

Garimpando na NET

em:http://www.art-langage.zip.net/
você vê.
A CidA Cidade Tiradentes é um dos bairros da periferia de São Paulo. É também um dos bairros mais pobres e com maior índice de violência da cidade. O CEU (Centro de Educação Unificado), com quem trabalhamos (CEU Inácio Monteiro), são complexos educacionais incluem creche, Escola de Educação Infantil, Escola de Ensino Fundamental, playground, centro comunitário, teatro, cinema, biblioteca, quadras de esportes, piscinas, vestiários, ateliês, estúdios para oficinas de vídeo, TV, rádio e fotografia, telecentro, pista de skate e área verde, os CEUs oferecem educação, esporte, cultura, lazer e aulas de informática em um mesmo local.O projeto oferece formação em recursos educativos e culturais, integrados com a realidade da comunidade e direcionada a toda a família. Trata-se de uma escola que visa formar cidadãos multiplicadores dos conceitos ali desenvolvidos. A concepção do projeto atende a três objetivos específicos: - Desenvolvimento integral das crianças e dos jovens. - Pólo de desenvolvimento da comunidade. - Pólo de inovação de experiências educacionais.ade Tiradentes é um dos bairros da periferia de São Paulo. É também um dos bairros mais pobres e com maior índice de violência da cidade. O CEU (Centro de Educação Unificado), com quem trabalhamos (CEU Inácio Monteiro), são complexos educacionais incluem creche, Escola de Educação Infantil, Escola de Ensino Fundamental, playground, centro comunitário, teatro, cinema, biblioteca, quadras de esportes, piscinas, vestiários, ateliês, estúdios para oficinas de vídeo, TV, rádio e fotografia, telecentro, pista de skate e área verde, os CEUs oferecem educação, esporte, cultura, lazer e aulas de informática em um mesmo local.O projeto oferece formação em recursos educativos e culturais, integrados com a realidade da comunidade e direcionada a toda a família. Trata-se de uma escola que visa formar cidadãos multiplicadores dos conceitos ali desenvolvidos. A concepção do projeto atende a três objetivos específicos: - Desenvolvimento integral das crianças e dos jovens. - Pólo de desenvolvimento da comunidade. - Pólo de inovação de experiências educacionais.




Marina Silva foi aplaudida de pé.

Bem-estar, felicidade, esperança... Conceitos que mobilizaram a atenção das quase 500 pessoas que estiveram no teatro do Sesc Consolação nesta sexta-feira (15/5), para o lançamento do IRBEM - Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município – uma iniciativa do Movimento Nossa São Paulo. O público se emocionou diversas vezes ao ouvir a Senadora Marina Silva (PT), o filósofo Mário Sergio Cortella, a psicóloga e antropóloga Susan Andrews e os economistas José Eli da Veiga e Ladislau Dowbor. O evento marcou o segundo aniversário de atuação do Movimento.

“Por que vocês e outras pessoas que fazem parte desse movimento resolveram dizer ‘nossa São Paulo?”, perguntou Marina Silva. E respondeu: “É obvio que ela é de vocês. É porque ela foi ficando tão rarefeita nas relações com as pessoas que há necessidade de uma reapropriação de uma nossa São Paulo nova. Que seja capaz de dar qualidade de vida e bem-estar para as pessoas aqui”. 

Marina lançou várias questões para a plateia pensar como pode agir para ter mais bem-estar no meio onde vive.  Afirmou que o ser humano hoje, na ânsia de superar  o desamparo, a dependência do outro sentida desde o berço, age como onipotente, afronta os limites da natureza, as outras culturas e outras formas de vida. “No nosso desamparo precisamos resignificar nossa  formas de  pensar em relação à felicidade, à ideia de bem-estar. E ela mesmo apontou caminhos:  “se tivermos um significado para o nosso fazer e nos sentirmos como parte do futuro que queremos alcançar, teremos outra atitude”. Foi aplaudida de pé.

leia a integra em:

http://www.nossasaopaulo.org.br/portal/node/3382

É preciso novas formas de avaliar bem-estar, afirmam palestrantes no lançamento do IRBEM

Fui ontem ao SESC Vila Nova para o evento dos lançamentos da publicação "Indicadores Básicos da Cidade de São Paulo" e da pesquisa IBOPE "Viver em São Paulo". A iniciativa é do Movimento Nossa São Paulo (MNSP) e estavam presentes organizações da sociedade civil, o presidente da rede SESC, algumas empresas e políticos.

Os indicadores da cidade de São Paulo estão divididos por subprefeitura com dados interessantes sobre a qualidade de vida da população paulistana. Foram considerados os mais importantes indicadores de acordo com os grupos de trabalho do Movimento Nossa São Paulo: Cultura (quantidade de cinemas, teatros e bibliotecas), Habitação (percentual de domicílios em favelas), Educação (ensinos infantil, fundamental, médio, analfabetismo), Esporte (percentual de unidades públicas de esporte), meio ambiente (áreas verdes por habitante, consumo de água, rede de esgoto, coleta seletiva), Orçamento (orçamento destinado a cada subprefeitura dividido pelo número de habitantes), Saúde (peso ao nascer, gravidez precoce, leitos hospitalares, mortalidade infantil, unidades de atendimento básico), Trabalho e Renda (desemprego de jovens, renda mensal média), Trânsito (acidentes, mobilidade urbana, acessibilidade), Violência (agressão a crianças, agressão à mulher, crimes violentos e homicídio juvenil). Para cada indicador, destacou-se a subprefeitura com o melhor índice e a com o pior e sugere-se uma meta, baseada em indicadores internacionais (como a UNESCO) ou do próprio MNSP. Por exemplo, o indicador consumo de água mostra que a região da subprefeitura de Pinheiros (que compreende os bairros de Alto de Pinheiros, Pinheiros, Jardim Paulista e Itaim Bibi) é a que gasta mais água (8,39 metros cúbicos por habitante) e a da subprefeitura de Cidade Tiradentes (bairro Cidade Tiradentes, extremo leste da capital) é a que gasta menos (3 metros cúbicos por habitante). A meta é que o consumo máximo seja de 3,3 metros cúbicos por habitante. O objetivo destes indicadores é destacar o que deve ser priorizado pela Prefeitura em serviços, campanhas e equipamentos públicos.
Já a pesquisa IBOPE trata da percepção do paulistano sobre sua cidade com relação à sua realização pessoal, aos serviços públicos e à administração municipal. A pesquisa foi feita com mais de 1500 entrevistados de todos os bairros da cidade e contém cerca de 200 questões. Achei interessante o dado sobre desigualdade social: 48% dos entrevistados dizem que se “incomodam muito” com a grande desigualdade social em São Paulo; 17% dizem que se incomodam, “mas não muito” e 33% afirmam não se incomodar “porque já se acostumaram com a realidade”. Quanto aos aspectos positivos da cidade, a maior citação foi que a cidade oferece grandes oportunidades; já nos negativos, foram a violência e a criminalidade. Os dados coletados são muitos e interessantes e podem ser vistos na íntegra no portal do MNSP (http://www.nossasaopaulo.org.br/).
Com todos esses dados, a população de São Paulo poderá acompanhar os trabalhos da prefeitura e ver se ela focará o uso do dinheiro público nas áreas prioritárias para diminuir a desigualdade. O trabalho está só começando...
Oded Grajew,coordenador do Movimento Nossa São Paulo

O Movimento Nossa São Paulo convidou para o evento de comemoração do seu segundo aniversário, no dia 15 de maio, das 9h30 às 13h, no Teatro  Anchieta, do Sesc Consolação o Sr. Milton Roberto e Regina Chaves.

A abertura foi com  a senadora Marina Silva, que fez uma exposição sobre sustentabilidade.

Em seguida, houve uma mesa de diálogo sobre as experiências de indicadores de bem-estar, com a participação  do professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP - José Eli da Veiga, 
















 do economista e professor da PUC-SP - Ladislaw Dawbor e da coordenadora do FIB (Felicidade Interna Bruta) no Brasil – Susan Andrews.

Logo depois, lançada as propostas para a construção do IRBEM (Indicadores de Referência de Bem-Estar no Município). A proposta é que o IRBEM seja uma plataforma de indicadores para avaliar a qualidade de vida e o bem-estar dos moradores na cidade. O grupo de indicadores deve servir para que a própria sociedade civil, governos, empresas e instituições conheçam as condições e os modos de vida dos cidadãos a fim de que as ações públicas e privadas tenham como foco principal o bem-estar das pessoas. As sugestões para o Irbem foi um ponto de partida para que as organizações da sociedade civil construam em conjunto a plataforma de indicadores.






quinta-feira, 14 de maio de 2009

SUBPREFEITURA PENHA EDITAL DE CONVOCAÇÃO

SUBPREFEITURA PENHA EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA PLENÁRIA PARA CONSTITUIR O CONSELHO REGIONAL DE MEIO AMBIENTE, DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E CULTURA DE PAZ DA SUBPREFEITURA PENHA. Nos termos da Lei 14887 de 15 de janeiro de 2009 Resolve: Constituir através de Plenária a eleição dos representantes e suplentes da Sociedade Civil para compor o Conselho Regional do Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz para a Gestão 2009 a 2011, de acordo com as disposições deste Edital. Título I - Da Plenária A Plenária de Eleição dos Representantes da Sociedade Civil para o Conselho Regional do Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz da Subprefeitura Penha será realizada no dia 28 de junho de 2009, com início às 8h e término às 14h, no Anfiteatro da Subprefeitura da Penha, localizado na Rua Candapuí 492 - Penha - São Paulo - SP. Título II - Das Inscrições Os munícipes que desejarem se candidatar como Representante da Sociedade Civil no Conselho Regional do Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Cultura de Paz da Subprefeitura Penha , deverão realizar suas inscrições através da Praça de Atendimento da Subprefeitura Penha localizada na Rua Candapuí, 492 - Penha, no período de 14 de maio à de 14 de junho - das 10h às 16h.

MultiColor Interatividade

Jornal Cidade Tiradentes

Jornal Cidade Tiradentes
Alguém neste país ainda limpa a bunda com jornal?